sábado, 27 de junho de 2015

Por que papagaios “falam”

Neurologistas da Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA) localizaram os neurônios que explicam como essas aves se tornaram ótimos cantores e imitadores. A descoberta deve ajudar a entender de forma mais detalhada a origem do pássaro e lançar luz sobre como essas áreas do cérebro surgiram durante a evolução da espécie. O estudo foi divulgado nesta semana na revista “Science”.
Um grupo de neurônios interconectados no cérebro dos pássaros permite que eles emitam sons semelhantes a músicas quando eles piam. Ele se localiza em um núcleo cerebral cujos limites ainda não são totalmente conhecidos pelos cientistas. Possíveis diferenças desse núcleo indicam a capacidade de emitir sons mais complexos entre uma espécie e outra. Estaria aí a chave para o papagaio ser mais falastrão.
A equipe está planejando mais estudos para testar se essa região do cérebro é de fato o que permite que os papagaios consigam imitar tão bem vários sons, já que até agora eles mostraram a correlação, mas não a causa.
Fonte: Revista Eletrônica AMBIENTE BRASIL (via newsletter)


Nenhum comentário: