domingo, 22 de março de 2015

Momento lírico 351 - 22 de março: Dia da Água



O BEM VITAL
(Karl Fern)

Quimicamente simples substância
Citada insípida, inodora e incolor
É básica para a vida seja onde for
Por sua fundamental importância
Sem ela, além de perder elegância
A Terra seria estéril e sem valor!

Não existiriam nuvens nem o mar
Os lagos e os rios em correnteza
Tudo o emocionante da natureza
Sem sua presença junta iria faltar
Pois na terra, no oceano ou no ar
A vida não existiria com certeza.

No mundo inexistiriam florestas
Peixes não vagariam pelos mares
Aves não voariam singrando ares
As paisagens seriam mais modestas
Em lugar de maravilhas como estas
Seríamos apenas poeiras estelares

Porém este composto tão nobre
Vem sendo a cada dia envenenado
O homem vai indigno e descuidado
Com sua ganância e instinto pobre
Folga ao bel-prazer e não descobre
Que desse jeito estará condenado.

Cada vez mais produzindo poluição
Contaminando cada manancial vital
Sem olhar que assim vai se dar mal
Indiferente para merecida atenção
Não usando o bom-senso e a razão
Vai destruindo tal recurso natural.

Em 92 teve seus direitos
Definidos pela ONU em declaração
Criou seu dia mundial desde então
Aos 22 de março foram feitos
Com semana inclusa foram eleitos
Anuais marcos pra sua preservação.

Para a solução dos ditos problemas
O texto discorre sobre as sugestões
Necessárias medidas e informações
Do uso e de muitos diretos temas
Como bem perecível e belos lemas
Garantindo-a às próximas gerações.

Pois o tempo não para, a vida segue
Errou contra à natureza, lá deságua
E sem queixas e nenhuma mágoa
No equilíbrio que sempre persegue
Nossa vida humana talvez se negue
Prosseguir por causa da falta d’ÁGUA!


Nenhum comentário: