sexta-feira, 13 de março de 2015

Momento lírico 348

MUSA MULHER
(Karl Fern)

És o riso dos meus lábios
Musa imaginada pelos sábios
Seiva fatal de meu destino
Tens o odor da perfeita rosa
És a criatura mais mimosa
Da vida meu precioso hino

És a neblina que embriaga
Ode sensual que não acaba
Prêmio de um coração eleito
O choro da sublime alegria
O brilho intenso da fantasia
Um sonho de amor perfeito

Se preciso for te esquecer
Certamente terei que morrer
Amar-te-ei sempre que puder
A cada linha de meus versos
Rezo ao Deus dos universos
Por ter-te nascido mulher!

Nenhum comentário: