terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Momento lírico 343

O QUE LHE FAZ FALTA?
(Karl Fern)

Essa gente que se maldiz
Vai desperdiçando sua paz
Torna-se uma alma infeliz
Quando nada lhe satisfaz.

Implica com a sorte fugaz
Ou diz que nunca existiu
Reclama dolente e voraz
Do que não tem ou sumiu.

Chora amor que sucumbiu
Um filho que jamais teve
Pouca fé no que nunca viu
Do prazer que se absteve.

A rancor que não conteve
O caminho que desdenhou
O bem que pouco manteve
Escolher com quem andou.

Juventude a qual descuidou
Verdades que desconheceu
O passado que longe ficou
Tempo que a muito perdeu.

Do conselho que esqueceu
Da vida agora que não tem
Compreensão que morreu
De um sorriso que não vem.

Ausência a lembrar alguém
Do infante som do vialejo
As chances para seguir além
Destino com mais traquejo!

De um segredo benfazejo
Daquele sonho pra realizar
A serena fonte do desejo
O caminho por onde pisar!

De um motivo pra cantar
Pra alívio de reinante dor
De uma luz pra lhe ajudar
Ter de volta aquele amor!

Silhueta do corpo sedutor
Aquilo que aos olhos salta!
Não sente com seu ardor
Que essa vida não é ribalta!

Não existe alma mais alta
Não se é mais que ninguém
Tudo aquilo que lhe faz falta
Outros não podem também.

 Dê-se feliz com o que tem
Enobreça o próprio coração
Agradeça tudo, diga amém
E não esqueça seu irmão.

Pois muito do seu quinhão
E que você nem dá valor
Pra outro carente cidadão
Seria uma dádiva de valor!

Nenhum comentário: