quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Momento lírico 319

UM OLHAR PRA O INFINITO!
(Karl Fern)

Vi sua beleza sublimada
Com a verve da emoção
Tive a sedutora sensação
De ver sua alma recatada
Querendo ser mimoseada
Um colírio de fascinação!

Dispersiva na imensidão
Tinha um olhar indefinido
Além do horizonte perdido
Nas curvas da imaginação
Leve no pulsar do coração
Em um pensar comedido!

Um rosto lindo e remido
Moldado no cabelo louro
Esvoaçantes filetes de ouro
Num nobre quadro contido
Um monumento esculpido
Cativo de adorável tesouro.

Nesse instante duradouro
De monótona privacidade
Quisera que ali na verdade
Fosse eu seu ancoradouro
Seu pensamento vindouro
Seu oceano de felicidade!

Nenhum comentário: