domingo, 30 de novembro de 2014

A chikungunya está chegando...

O vírus chikungunya deve se espalhar pelo país seguindo o padrão de disseminação da dengue, segundo infectologistas. No próximo verão, portanto, é provável que diferentes regiões do país tenham surtos simultâneos de dengue e chikungunya. Desde que chegou ao Brasil até o dia 25 de outubro, o chikungunya já infectou 828 pessoas, de acordo com balanço mais recente do Ministério da Saúde.
O primeiro caso de transmissão interna do vírus no país foi registrado em setembro. Os vetores das duas doenças são os mesmos: os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus e o histórico do vírus nos últimos 10 anos permite concluir que ele deve continuar se espalhando.
O vírus começou em 2004, quando estava no interior da África e foi parar no litoral do Quênia. De 2004 para cá, houve uma expansão progressiva pela costa leste da África, pelas ilhas do Oceano Índico e países do sul e sudeste da Ásia. Em dezembro do ano passado, chegou às ilhas Martinica e Guadalupe e acabou se espalhando pelo Caribe.
Em época de férias há uma movimentação maior de pessoas, inclusive para as ilhas do Caribe, onde há grande disseminação do vírus e este fluxo de pessoas vai trazer o vírus. Se houver chuvas, que levam a um maior número de mosquitos, tem uma chance muito grande de o chikungunya eclodir como uma epidemia no próximo verão.
(Fonte: G1)


Nenhum comentário: