domingo, 12 de outubro de 2014

Momento lírico 310

CORDÕES E PINGENTES
 (Karl Fern)

Buscar a inspiração do presente
Lembrando d’um amor decorrido
É como se procurar um pingente
Pendurado em um cordão partido.

Rememorar corações separados
É querer reinventar lembranças
Laçar distintos caminhos afastados
Com vis cordões de desconfianças.

Lágrimas vindas de sonhos podados
Secam sobre devaneios derretidos
Não reparam cordões decepados
Nem recolhem pingentes perdidos!

Um comentário:

Anônimo disse...

Lindo! <3