terça-feira, 21 de outubro de 2014

Estudo para regeneração do Intestino

Um grupo de cientistas americanos conseguiu cultivar segmentos de intestino humano dentro do corpo de um rato de laboratório. A ideia – que é inédita – seria produzir, nos seres humanos, algo parecido com “peças de reposição” para a reparação de tecidos e órgãos, usando células da pele dos próprios pacientes doentes. As informações são do The Independent e o estudo foi liderado por Michael Helmrath, do Centro Hospitalar Infantil de Cincinnati, no estado de Ohio. A pesquisa foi publicada pela revista Nature Medicine.
De acordo com o estudo, um intestino humano em miniatura – do tamanho de um dedo – cresceu dentro de um dos animais, a partir de uma única célula-tronco de um paciente. O pequeno órgão seria capaz de realizar muitas das funções associadas à digestão e à absorção de alimentos, segundo os cientistas. Os estudos suportam o conceito de que as celular de pacientes podem ser usadas no crescimento de um intestino. Isso fornece uma nova maneira de estudar as muitas doenças e condições que podem causar falência intestinal.
O objetivo dos pesquisadores é que, um dia, o transplante de tecidos de órgãos seja uma prática do passado, substituída pela criação de tecidos de substituição no interior do paciente.
(Fonte: Terra)


Nenhum comentário: