domingo, 7 de setembro de 2014

Água-viva imortal

Por muitos séculos, o ser humano busca a fonte de vida eterna, o elixir da juventude, algo que o transforme em imortal. Mas, pode ser que estejamos muito próximo de uma descoberta que mudaria o rumo da história: é no que acredita o biólogo Shin Kubota, professor no Laboratório de Biologia Marítima Seto – da Universidade Kyoto, no Japão.
Segundo ele, uma espécie de água-viva encontrada no mar ao sul do Japão é imortal. O professor diz que descobriu o poder de rejuvenescimento em uma das espécies quando encontrou uma água-viva cheia de espinhos em seu corpo e, ao retirá-los, percebeu que as possíveis feridas na epiderme regeneraram e o cnidário rejuvenesceu.
Quando uma água-viva adulta é ferida, vai para o fundo do oceano. A partir daí, volta ao seu estado infantil, conhecido como um pólipo. Em seguida, o pólipo se torna uma nova medusa, permitindo que a água-viva entre um estado infantil para um adulto em cerca de dois meses.
Kubota repetiu a experiência de rejuvenescimento por 12 vezes e, em todas, a água-viva rejuvenesceu. Mas ainda há muitas perguntas sem respostas e não se sabe se, um dia, o ser humano poderá aprender o “segredo” da juventude eterna com esses cnidários.
Se elas não morrem, rejuvenescem, as águas-vivas podem ser a chave para o rejuvenescimento, tendo isso em seu sistema. Esse segredo possa ser usado por humanos, porque, geneticamente, não somos muito diferentes das águas-vivas.
(Fonte: Terra)


Nenhum comentário: