quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Momento lírico 292

PAIXÃO
(Karl Fern)
Paixão traz um anseio silente
Que adoça e amolece a gente
Instiga o umedecer da pele!
Mistura a espírito e a mente
Incandesce o langor presente
Que a distância estéril repele.

Vendaval florido de emoções
Por entre ilusórias flutuações
Sobram delírios envolventes.
Compêndio lírico de canções
Nas fragrâncias das perdições
Dourados recitais candentes.

Querer magistral e insinuante
Agasalho do desejo alucinante
Num campanário ensandecido.
Rogo de sentimento incessante
Atiçado pelo cúmplice amante
Quaisquer sonhos têm sentido!


Nenhum comentário: