sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Momento lírico 289

ADEUS À FELICIDADE
(Karl Fern)

De um ornado manto de felicidade
Que me preenchia de una emoção
Envolvia meu apaixonado coração
O destino cruel não teve piedade
Se meus sonhos eram de verdade
O padecer vergou-se em comoção.

Quando mais eu pensava ser amado
Recebi o golpe baixo do desprezo
Despertei-me em amarguras preso
Por esta pungente tristeza rodeado
Meu corpo dolorido e amargurado
Naufragou no mar do menosprezo.

Sonhei planos pra toda minha vida
Pensei ter encontrado meu norte
Desvendei então não ser tão forte
Depois sobreveio o rasgo da ferida
Minha alma penosamente perdida
Conheceu sua sentença de morte!


Nenhum comentário: