segunda-feira, 21 de abril de 2014

Momento lírico 268

LÁGRIMA DE FELICIDADE
(Karl Fern) 

Do teu olhar vivo e brilhante
Vertia suave e devagarinho
Cintilado num lírico caminho
Como uma gota de diamante
Um pingo emotivo e radiante
Regando teu sôfrego rostinho.

Como uma pérola de carinho
Num ritual de sensualidade
Tal um colírio de preciosidade
Composto de rutilante vinho
Que ainda sendo pouquinho
Refletia fulgor de felicidade.

Minha unipresente vontade
Foi te abraçar ternamente
Beijar-te apaixonadamente
Numa abençoada insanidade
E no torpor dessa intimidade
Ficar te amando eternamente!


Um comentário:

Lucena Fernandes disse...

Que lindeza de poema. Me deixou bastante emocionada!