sábado, 12 de abril de 2014

Mitologia Clássica - As Musas

As Musas eram seres mitológicos que constituíam uma das mais esplendorosas concepções que a cultura helênica inventou para simbolizar o poder de criação da mente. Elas, junto com  Graças, extraiam do homem o que de mais belo havia em seu coração, fazendo dos pastores poetas, dos brutais guerreiros suaves cantores, dos navegantes escultores de uma obra quase perfeita.
Numa das versões do mito,  eram habitantes dos muitos bosques e das montanhas do Monte Helicão, na Beócia.  Na versão mais completa do mito das Musas, eram nove divindades, filhas de Zeus (Júpiter) e Mnemósine (a Memória). Foram geradas pelo senhor do Olimpo para que através da memória universal herdada da mãe, perpetuassem a façanha dos deuses através do tempo, através de todos os cantos do mundo.
Belas e harmoniosas,  viviam nas margens dos rios e das fontes e,  assim, estavam profundamente ligadas ao elemento  água. Caminhantes pelos vales bucólicos, de beleza poética e inspiradora, foram, em determinado momento da cultura grega, elevadas à categoria de divindades inspiradoras da poesia e do canto.
O poeta grego expressava a sua poesia através do canto e da música, o que tornava as Musas também cantoras e músicas, e exímias criadoras das danças. habitavam o monte Helicão, na Beócia, um local repleto de bosques e fontes. Nas versões mais poéticas, eram habitantes do monte Parnaso, em Delfos, ao lado do deus da luz, Apolo, a quem cortejavam e ajudavam na inspiração criativa dos mortais.

Fonte: MITOLOGIA (Abril Cultural - 1976!

Nenhum comentário: