sexta-feira, 25 de abril de 2014

Luz azul dos Smartphone pode cegar

Pessoas que passam muito tempo ‘vidradas’ em seus smartphones podem estar aumentando os riscos de danos aos olhos, advertem oftalmologistas britânicos. O alerta diz respeito também ao uso excessivo de outros dispositivos como computadores, tablets e TVs de tela plana, que pode provocar danos de longo prazo.
A luz azul violeta que brilha na tela dos smartphones é potencialmente perigosa e tóxica à parte de trás de seus olhos e, por isso, uma longa exposição pode, potencialmente, causar-lhes danos. Testes mostraram que exposição à luz azul-violeta em excesso pode colocar em maior risco de degeneração macular, uma das principais causas de cegueira.
Oftalmologistas afirmam também que, apesar da ‘boa’ luz azul (azul turquesa) ser necessária para ajudar a regular o relógio biológico, acredita-se também que uma longa exposição à luz azul violeta pode afetar os padrões de sono e o humor. Há fortes evidências de laboratório que podem, potencialmente, provar que assa exposição traz problemas oculares.
A combinação de não piscar o suficiente e colocar o dispositivo a uma distância menor do que você normalmente colocaria outros objetos, força a vista e agrava o problema. Longos períodos olhando para as telas do celular e do computador, provocam mais dores de cabeça. A sugestão é fazer pausas regulares quando estiver usando seu computador e dispositivos móveis.
O levantamento, encomendado por um grupo de oftalmologistas independentes, descobriu que, em média, um adulto passa cerca de 7 horas por dia com os olhos fixos em uma tela, e quase metade deles se sente ansioso quando está longe de seu telefone. Estatísticas também sugerem que 43% das pessoas com menos de 25 anos sentem uma verdadeira irritação, ou ansiedade, quando não podem checar seu telefone quando desejam.
Fonte: Revista Eletrônica AMBIENTE BRASIL (via newsletter)


Nenhum comentário: