segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Abacate X Colesterol

O consumo de frutas é muito importante para uma alimentação equilibrada. Quanto maior a variedade delas, melhor para a nossa saúde, já que suas diferentes cores garantem uma quantidade maior e mais variada de fitoquímicos, elementos que fazem bem para a nossa saúde.
As propriedades variadas garantem efeitos específicos em alguns casos, o que faz com que algumas frutas sejam muito importantes para o dia a dia. O ideal é consumir de três a cinco porções diárias para obter a quantidade de vitaminas, nutrientes e fibras que o organismo necessita para funcionar.
O abacate, por exemplo, é rico em gordura monoinsaturada, aquela considerada amiga do nosso organismo, reduz o apetite e ajuda a queimar gordura. O ácido oleico, a mesma gordura do azeite de oliva, protege os vasos sanguíneos e o coração contra infartos, tromboses, entupimento das veias, doenças cardíacas e bloqueia a ação do LDL, chamado de colesterol ruim.
Assim, o consumo regular do abacate reduz os níveis de colesterol total e eleva os de HDL, o chamado colesterol bom. Além de possuir uma gordura boa uma gordura boa, a fruta é fonte de vitaminas A, C e E, ajuda a reduzir os níveis de glicose no organismo e tem função anti-inflamatória.
 A fama de que o abacate é uma fruta que engorda demais e por isso deve ficar de fora do cardápio de quem quer manter a forma, é uma verdadeira injustiça, embora tenha um valor calórico considerável (um abacate pequeno possui, em média, 360 calorias). Mas vale um alerta, já que a fruta tem muitas calorias. Para se obter apenas os benefícios, essa fruta deve ser consumida na quantidade de uma colher de sopa ao dia. E nada de consumi-lo com açúcar, prefira o cacau em pó se há necessidade de incrementar o gosto.

Fonte: MINHA VIDA (via newaletter)           

Um comentário:

Lucena Fernandes disse...

Adoro abacate. Na vitamina, amassado com elite, na mousse, no sorvete, no picolé.....uma delícia! Pena que se tenha que comer pouco de cada vez!!!!