terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Momento lirico 225

BOAS FESTAS?
(Karl Fern)

Calendário cristão termina
Com a festa da cristandade
A noite de Natal se ilumina
Em auras de fraternidade.

O mundo canta felicidade
Pra bondade abrem cortinas
Luminárias colorem a cidade
Piscando cores cristalinas.

Doam-se cestas natalinas
Com comidas, bebidas e mel
Modestas ou mais granfinas
Seja em vime ou de papel.

Muita alegrias nas esquinas
Humanos vestem novo véu
Parecem saindo das rotinas
Vivendo o caminho do céu!

Festejam luzes brilhantes
Eivadas de paz e esperança
Felicidade nos semblantes
Adulto parecendo criança!

Alegre troca de presentes
Revivendo familiares laços
Rogos pra amigos ausentes
Sorrisos e fraternos abraços.

Festas de lúdicas emoções
Em nome de Jesus menino
Promessas e novas orações
Desejos de lauto destino.

Quando o velho ano se vai
E um ano novo reaparece
Prometido no tempo esvai
De votos sem fé se esquece.

De abraços nada permanece
Presentes talvez algum uso
De quase tudo se esquece
Amabilidade fica em desuso.

Em um “hard disc” guardado
Restam lembranças vazias
Ou num gaveteiro fechado
Um álbum com fotografias.

E assim renasce o amanhã
Na imensa hipocrisia global
Que bom se toda alma cristã
Vivesse com espírito de Natal!


Um comentário:

Anônimo disse...

Pra mim motivo de celebração! A algum tempo atraz, era tempo de presentes, de roupas novas de comida boa, hoje tem um sentido de renascimento, de esperenças em dias melhores!

Lindo!!!