quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Saneamento Básico no Brasil

Entre as 100 maiores cidades do país, apenas três garantem coleta de esgoto a 100% da população: Belo Horizonte (MG), Franca (SP) e Santos (SP). Outras 24 ainda apresentam taxas acima de 90%.
Mas o Brasil ainda está longe de garantir a universalização do serviço para seus habitantes. A média de oferecimento de coleta de esgoto nas maiores cidades – onde vivem 78 milhões de brasileiros – foi de 61,4%, contra apenas 48,1% em todo o país.
O saneamento básico é considerado como item primordial para evitar alguns tipos de doenças. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cada R$ 1 investido em saneamento gera economia de R$ 4 na área de saúde.
Assusta o fato de que várias capitais brasileiras estão entre as cidades que têm as menores taxas de fornecimento. Em Porto Velho, por exemplo, apenas 2,7% da população tem acesso à coleta. Macapá (6%), Belém (8,1%) e Teresina (16%) também se destacaram negativamente.
Os dados fazem parte de ranking de saneamento feito pelo o Instituto Trata Brasil, com base no Snis – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, do governo federal. (Fonte: Exame.com).
Fonte: AMBIENTE BRASIL (por newsletter!)
      
      Trazer médicos do exterior pra cuidar dos doentes dá muito mais votos que fazer redes de esgotos para que as pessoas não adoeçam! EITA MUNDO CÃO!



Nenhum comentário: