sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Superterras

As superterras são planetas com tamanho intermediário entre os menores gigantes gasosos do Sistema Solar (Urano e Netuno) e os maiores planetas rochosos (Terra e Vênus). Como não há correspondente em nosso sistema planetário, os astrônomos têm vários modelos de como podem ser esses mundos.
Recentemente foi localizada uma superterra situada ao redor da estrela anã vermelha GJ 1214, localizada a 40 anos-luz da Terra. Ela seria rica em água mas, infelizmente, esse mundo é quente demais para abrigar vida.
Agora, com essa nova observação, os astrônomos parecem ter mais segurança de que não se trata de uma versão em miniatura de Netuno. Se fosse igual ao nosso Netuno deveria ter mais hidrogênio.
Os pesquisadores têm a chance de analisar a atmosfera do planeta porque ele passa à frente de sua estrela periodicamente, num fenômeno conhecido como “trânsito”. A luz da estrela, ao passar de raspão pelo invólucro gasoso daquele mundo, carrega sua “assinatura”, que pode ser analisada pelos cientistas.
Contudo, não é fácil distinguir suas particularidades. Os cientistas conseguiram ver é que não ocorre um espalhamento da luz que seria esperado se a atmosfera fosse rica em hidrogênio. Sobra, portanto, o modelo que se apoia na grande presença de água.
Fonte: AMBENTE BRASIL (por newsletter!)


Um comentário:

Anônimo disse...

Afff... Que difícil!!! Minha cabeça "oca" não assimila mais estas coisas "fessor" mas mesmo assim, ta valendo!

Show de matéria!