sábado, 28 de setembro de 2013

Oceanos X Aquecimento global

Os oceanos são os maiores aliados do nosso planeta para manutenção do seu equilíbrio climático. Eles absorvem grande parte da radiação solar que nos atinge e também funcionam como sumidouros de dióxido de carbono (CO2). Mas esses heróis do clima já se revelam vítimas do aquecimento global.
Segundo o novo relatório do IPCC, painel de experts em clima da ONU, desde a era pré-industrial, a temperatura média da terra e dos oceanos aumentou 0,85 graus Celsius. O aquecimento dos oceanos domina o aumento da energia armazenada no sistema climático, representando mais de 90% da energia acumulada entre 1971 e 2010. O saldo da conta é simples: os oceanos absorvem calor e desaceleram o aquecimento.
Mas este comportamento “heroico” pode desencadear uma verdadeira catástrofe nos oceanos a medida que estes se tornam mais ácidos, alertam os cientistas. A mudança no Ph da água acontece à medida que o CO2 emitido pela atividade humana – originada fundamentalmente pela queima de combustíveis fósseis – é absorvido pelos oceanos.
Desde o início da era industrial, a acidez das águas do planeta aumentou 30%  e várias formas de vida marinhas podem ser prejudicadas. Inúmeros estudos mostram que a acidificação interfere principalmente no desenvolvimento das espécies com carapaça ou esqueleto de carbonato cálcico, como corais e moluscos.
Os cientistas alertam que a acidificação dos oceanos reserva consequências imprevisíveis no longo prazo para a vida marinha. Estudo feito pelo Australian Institute of Marine Science sugere que no cenário mais otimista, com redução global de emissões de CO² e ação local pela conservação dos recifes, até o fim do século, os corais podem sofrer redução de pelo menos 50% em todo o planeta. No cenário pessimista, 95% dos corais correm o risco de desaparecer.
Fonte: Exame.com

Nenhum comentário: