terça-feira, 20 de agosto de 2013

Temperos que substituem o sal

O sal é um dos vilões mais temidos da saúde e pouco combatido porque desde sempre as pessoas acostumam-se a comer tudo com uma bela pitada de sal. E sendo a principal fonte de sódio que se consume diariamente, pode causar aumento da pressão arterial levando a problemas mais sérios de saúde, como a hipertensão e sobrecarregar os rins.
O emprego de temperos naturais dá novo gostinho às preparações e ainda por cima ainda deixam o sal longe do organismo. Leia, então, dicas de ervas que, além de saborosas, deixam sua comida muito mais saudável e fazem bem para a saúde do corpo!
Alho e Cebola - O alho, por exemplo, contribui para a diminuição da pressão sanguínea e dos níveis de colesterol. Já a cebola inibe a ação de algumas bactérias e fungos prejudiciais ao nosso organismo e diminui os riscos de trombose e aterosclerose. A duplinha também ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de pulmão, estômago, próstata e fígado.
Sálvia - é indicada nos casos de falta de apetite, edema, afecções da boca, afta, tosse e bronquite. Fica ótima com massas e aves e pode ser usada tanto em pó como as folhas inteiras.
Manjericão - bom para o sistema cardiovascular e acalma os espasmos da digestão e quando utilizado em grandes quantidades, é um ótimo fortificante e antigripal.
Alecrim - usada na preparação de carnes vermelhas ou peixes. No arroz e em sopas é uma boa pedida também, perfumando o prato e a cozinha, combate o vírus da gripe e previne doenças dos rins, da retina e da catarata.
Salsa - combate doenças do coração e dos rins.
Pimenta - tem ação curativa,  prevene alguns tipos de câncer, reduz o colesterol ruim (LDL) do sangue, acelera o metabolismo e, por isso, auxilia no emagrecimento.
Coentro - tantos as folhas como as sementes do coentro são ricas em ferro e vitamina C, alivia indigestão e tem poder calmante.
Estragão - menos conhecido, alivia a cólica menstrual e auxiliar na digestão.
Hortelã e menta - de sabores são muito parecidos , ambos caem muito bem como complemento de peixes, carnes e molhos. Além de refrescantes, são ótimas para a digestão, alivia para crises de bronquite, cólica estomacal e intestinal, dores, gripes e tosses.
Louro - bom em caldinhos de feijão, sopa de legumes e carnes recheadas, os chás de suas folhas proporcionam alívio contra gases.
Orégano - tempero forte, o segredo é colocar apenas uma pitadinha, que combinada com outros ingredientes dão mais aroma ao prato.
Tomilho - bom para aliviar distúrbios intestinais e prevenir inflamações.
Açafrão - tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatória que melhoram a digestão.
Gengibre - indicado tanto em doces como salgados, além de ser bom acompanhamento para sucos e sopas,  combate a dor de cabeça, o enjoo e as náuseas e, como um alimento termogênico, aumenta a temperatura do corpo, obrigando o organismo a gastar mais energia.
Fonte: MINHA VIDA (via newsletter)                            



Um comentário:

Anônimo disse...

Essa "aula" eu não poderia perder nunca, professor! rsrsrsrs

Grata!