sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Momento lírico 194

A FLOR
 (Karl Fern)

Olhando pra àquela flor
Em meio a lírio e jasmim
Colorindo aquele jardim
Senti seu capitoso odor
Das pétalas de leve rubor
Jorraram sonhos em mim!

Lembrei o distante querer
Um romance enternecido
Onde me sentia querido.
Sozinho é difícil entender
Quem só deitou-me prazer
Tenha de repente sumido.

O que era eterno acabou
Feneceu a mimosa beleza
Floriu a dor da incerteza
Um sopro de vento levou
Monte de saudades restou
Regando mágoas e tristeza.

Flertando a flor tão viçosa
Ataviando o jardim florido
Mudo permaneci entretido
Com a imaginação copiosa
Uma lágrima fluiu teimosa
Fiquei introverso e perdido!

Fonte: MINHAS RIMA II

Um comentário:

Anônimo disse...

Um dos mais belos poemas do MINHAS RIMAS II, realmente emocionante!

Parabéns meu amigo professor!