sábado, 10 de agosto de 2013

Momento lírico 181

OBRIGADO
(Karl Fern)

Não tenho mais o teu colo
Não vejo mais teu sorriso
Embora de ti ainda preciso
Pra andar firme neste solo
Na tua imagem me consolo
Falta-me uma luz onde piso.

Foste pra não mais voltar
Deus te levou nalgum dia
Retirou-me tua companhia
Pra sempre perdi teu olhar
Não pude mais te escutar
Ruiu meu cais de harmonia.

Eras mais excelso que o sol
Brilhante em qualquer dia
Meu espelho em ousadia
Um colorido e firme arrebol
Meu protetor e meu lençol
Meu verdadeiro astro-guia.

Saudade de ti, um alento
Teu exemplo engrandece
O meu silêncio agradece
Minha lágrima o acalento
Tuas lições meu alimento
Pra ti eu elevo uma prece!

Te amei de todo coração
Tua fleuma de mim não sai
Foste como um samurai
Guiando-me em proteção
Tu me deste sua benção
Obrigado estimado pai!
Fonte: MINHAS RIMAS II

2 comentários:

Anônimo disse...

Um lindo poema e uma bela homenagem!!!

Uma foto especial!

Lucena Fernandes disse...

Emocionante!