quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Dores durante o sexo

Desconforto pode indicar desde doenças cervicais a distúrbios psicológicos. Para algumas mulheres a penetração pode ser dolorida e desconfortável. Mas sentir dor durante o sexo é um forte indício de que há algum problema, seja físico ou psicológico.  Pode ser sintoma de doenças vaginais provocadas por bactérias ou fungos. Em alguns casos indica patologias vulvares e doenças cervicais, como mioma e endometriose. 
As patologias que podem provocar dor durante a relação sexual são infecções na vagina e vulva, como a candidíase, tumores benignos e malignos, doenças do aparelho urinário, como as cistites, lesões dermatológicas causadas por doenças sexualmente transmissíveis e traumatismos. Nesses casos, a dor costuma desaparecer após o tratamento da doença que provoca o desconforto.
Outra razão para sentir dor ou ardência durante a penetração é a falta de lubrificação. Esse problema pode acontecer, entre outros motivos, porque não houve estimulação suficiente nas preliminares. Por isso é tão importante que os parceiros tenham liberdade para conversar sobre o assunto. A lubrificação com produtos à base de água não prejudica o preservativo. Este problema é bastante prevalente nas mulheres que entram na menopausa. 
Para algumas mulheres, a dor na relação sexual nada tem a ver com infecções ou patologias cervicais. Nesses casos mais raros, a dor é provocada por fatores psicológicos como o vaginismo, um a contração involuntária, recorrente ou persistente, dos músculos do períneo adjacentes à vagina. Isso acontece sempre que há tentativa de penetração.  É um problema mais comum em mulheres jovens e naquelas que apresentam história de abuso ou traumas sexuais. Para quem sofre desse distúrbio, o tratamento deve ser individualizado e a orientação geral é procurar primeiramente o ginecologista.
Fonte: MINHA VIDA (via newsletter)                            


Nenhum comentário: