segunda-feira, 29 de julho de 2013

Momento lírico 178

LEMBRANÇAS DE JS!
(versão ampliada)
(Karl Fern)

Dias e noites eu a ouvia
Lembro dela hoje ainda
Reminiscência bem-vinda
Da minha inocência sadia
Aquele som me marcaria
Como recordação infinda.

Escutava suas gravações
Variados chamamentos
Fugiam-me entendimentos
Mas intuíam-me emoções
Infantis inocentes ilusões
Trilhando contentamentos.

De mensagens a recados
Voz empostada e comedida
Da abertura à despedida
Assuntos eram decantados
Nos ditos dos namorados
Bilhetes pra uma querida.

“De alguém para alguém”!
Quem poderia descobrir?
Só um alguém iria sentir
Porque já sabia também
E que conhecia tão bem
A “página” que iria ouvir.

Uma missiva misteriosa
Da paquera desconhecida
Uma modinha oferecida
Pra alguém de blusa rosa
Deixava ancha e vaidosa
A donzela assim vestida.

Se houvesse mais de uma
Com aquela cor na veste
Era uma dúvida da peste
Sem conclusão nenhuma
Talvez sacanagem alguma
De um gozador inconteste.

Poderia ser ela ou aquela
Ia perturbada a mocinha
A dúvida atroz ia e vinha
Assim, para sair daquela
Vestiria blusa amarela
Em outra vez na pracinha.

Amores também findavam
E haja música de roedeira
Tocando a noite inteira
Repetidas que enjoavam
Os trabalhos encerravam
Com mais uma saideira.

Do romantismo à boemia
Na lembrança é um saldo
Da infância um rescaldo
Que comento com alegria
Recordando com nostalgia
A difusora de Seu Arnaldo!



Nenhum comentário: