domingo, 21 de julho de 2013

Café da manhã

O café da manhã sempre foi uma refeição recheada de ideias, comentários e mitos entre os adeptos de cuidados com o perfil e a saúde. Vão desde não tomar café até a que se pode comer qualquer coisa e se modere nas outras refeições.
A premissa de "tomar café da manhã como um rei, almoçar como um príncipe e jantar como um mendigo" pode não se adequada para pessoas com diferentes estilos de vida. Há quem acorde com mais pressa e precise de esforço para se disciplinar a incluir um bom café da manhã, sem excessos ou restrições. De forma inversa, pode-se jantar bem, desde que se dê tempo suficiente para o organismo processar o alimento antes de ir para a cama.
Na verdade engorda-se quando o consumo de calorias ao longo do dia é maior do que o gasto com as atividades diárias. De maneira geral, não há uma hora exata para emagrecer ou engordar, o que vale é a somatória do dia. Apesar de o café da manhã ser uma refeição bem importante, os nutricionistas aconselham que ele deve representar cerca de 25% das calorias do seu dia,  dependendo, claro, da rotina de cada um. Com isso, em uma dieta de 2.000 calorias, o café da manhã representa 300 calorias.
A solução ideal mesmo é o equilíbrio na boa distribuição de alimentos ao longo do dia. Para quem tem o cuidado de efetuar essa distribuição veja estes três exemplos de café da manhã com as sugeridas 300 calorias:
1) 1 xícara (200ml) de café com leite desnatado + 2 fatias de pão integral light + 1 colher de sopa de margarina rica em poliinsaturados + ½ papaya;
2) 1 xícara de salada de fruta + 2 biscoitos integrais (ou ½ xícara de cereal matinal) + 1 copo de bebida de soja zero;
3) 1 pão francês integral + 1 fatia de queijo branco + 1 copo de suco de fruta sem açúcar.
Curiosidade: O brasileiro consume, em média, 83 litros de café por ano!

Fonte principal: Revista MARIE CLAIRE


Nenhum comentário: