segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ressaca

Alimentar-se antes de beber é a regra de ouro contra a ressaca. Cuide do seu fígado, pois é ele que fabrica a enzima que digere o álcool e, quando sobrecarregado, produz uma toxina que causa dor de cabeça. Dias antes, encare um suco de beterraba e alho para turbinar o órgão. Inclua na sua refeição alimentos com gordura poli-insaturada, encontrada em peixes e no azeite de oliva extravirgem.
A principal causa da ressaca é a desidratação provocada pelo álcool, um potente diurético que estimula a perda de líquido do corpo. Vá de água antes, durante e, principalmente, depois da bebedeira. Antes de dormir, ingira bastante água. Se acordar para fazer xixi, tome mais água. Suco de acerola, limão e laranja também ajudam. Beba isotônicos, para repor os sais minerais perdidos e abuse da água de coco, rica em potássio.
Evite o famoso cafezinho amargo, pois essa bebida também tem propriedades diuréticas, ou seja, desidrata ainda mais o seu corpo. Também não fume. Álcool e fumo formam uma dupla nefasta para o organismo. Quanto mais nicotina, menos oxigênio no sangue e mais rápido se dá o processo de intoxicação.
Não exagere nos remédios, embora alguns medicamentos ajudem a minimizar os estragos produzidos pelo álcool, como aqueles que unem analgésico (contra dor de cabeça), antiácido (contra a queimação no estômago) e antiemético (contra enjoos). Nenhum é capaz de resolver tudo de uma só vez.
No dia seguinte, repouse. Mantenha a luz apagada, cortinas fechadas e fique deitado. Para amenizar os efeitos da ressaca, deve-se ter uma alimentação leve, pobre em gorduras, rica em frutas, vegetais e líquidos. Invista nos chás. Chás de salsaparrilha, erva-picão, macela e erva-cidreira são excelentes desintoxicantes. Depois das refeições, o chá verde e o de hortelã facilitam a digestão.

Fonte: MINHA VIDA (por newsletter!

Nenhum comentário: