terça-feira, 14 de maio de 2013

Disfunção erétil

A disfunção erétil decorrente de causas orgânicas pode acometer homens em qualquer idade, mas é mais comum após os 50 anos. Isso acontece por conta do envelhecimento natural, ainda que o indivíduo seja saudável.
Antes dos 50 anos, a disfunção erétil costuma ter como causa problemas emocionais como estresse, ansiedade e baixa autoestima, por exemplo. Assim sofrer um episódio de perda de ereção antes dos 50 anos é completamente normal. Deve começar a se preocupar apenas quando o problema se torna frequente.  Ao perder a ereção pela primeira vez, o homem deve tentar manter a interação entre o casal.
Deve-se lembrar  que o intervalo de latência após uma relação ou após a perda de ereção em que o homem não consegue ter outra ereção, é de cerca de 20 minutos. Durante esse tempo ele pode relaxar ou se recuperar, conseguindo, então, uma nova ereção. Para isso, é fundamental a compreensão entre o casal.
A disfunção erétil também pode ser sintoma de diabetes. Cerca de metade dos homens que sofrem de diabetes também apresenta problemas de ereção. Com tratamento médico em muitos casos, reduz-se e muito o risco de ter disfunção erétil.
Problemas de ereção podem ser decorrentes do tabagismo e nem sempre são revertidos depois que o homem abandona o cigarro. O sobrepeso também pode prejudicar a ereção. Ereção parcial com frequência indica um quadro de disfunção erétil  e, nesse caso, o homem deve buscar ajuda.
Fonte: MINHA VIDA (por e-mail!


Nenhum comentário: