sexta-feira, 5 de abril de 2013

Só sei que era assim... - 14

Sonho de consumo dos anos 30-50: uma radiola!
Como curiosidade, o alemão Emile Berliner foi o inventor do gramofone, um tipo de toca discos, em 1887. O gramofone foi o primeiro aparelho que reproduzia sons de discos, que também foram criados por Berliner.
Já os primeiros discos utilizados para registrar sons eram feitos de uma matriz de zinco. Para a gravação, o disco era coberto com uma mistura de cera de abelha com benzeno. Os sons eram registrados com o movimento de uma agulha no disco. Após a gravação ser concluída, o disco era banhado em ácido crômico, que corroía a parte onde a cera fora raspada pela agulha. Na parte corroída eram criados sulcos, deixando os discos com a característica marca em espiral, onde eram gravados os sons. Foi a partir do uso dessa matriz que deixou de ser necessário cantar uma música toda vez que se tivesse o desejo de gravá-la.
Para tocar o disco e encantar a todos com as melodias nele gravadas, era preciso acionar o gramofone manualmente, por uma manivela.
O termo gramofone foi inspirado no nome da empresa que Berliner criou em 1897, a Gramophone Company. E popularmente, ficou conhecido como Vitrola.
Uma grande homenagem feita à Berliner foi que o apelido de seu tão famoso invento, grammy em inglês, deu origem a um dos maiores prêmios da música, o Grammy Awards. Sendo o troféu, uma réplica do gramofone de Berliner.

Nenhum comentário: