sexta-feira, 29 de março de 2013

Momento lírico 155

NEM TUDO!
(Karl Fern)

Na vida nem tudo são flores
E também não só espinhos
Areje seus próprios caminhos
Relegue nítidos dissabores
Pinte o céu em suaves cores
Abrace com mais carinhos.

Sorria com ilimitada alegria
Ame com máxima liberdade
Não seja escravo da vaidade
Sonhe o mundo em harmonia
Nunca esqueça a cortesia
Não despreze uma amizade.

Procure ser mais paciente
Pense na hora que rezar
Não despreze por desprezar
Ou pense ser autossuficiente
O mundo é de toda gente
E não é um grande bazar.

Respeite pra ser respeitado
Procure ser mais tolerante
Faça sua biografia marcante
Sinta-se por Deus abençoado
Contente-se com seu legado
Siga passo a passo adiante.

Ajude quem não pode dividir
Sem ser doador de esmola
Não faça da preguiça escola
Ensine a quem quer progredir
Anulando o que quer impedir
A saída de uma virtual gaiola.

Mantenha a vida com prazer
Sem pensar em ser um santo
Aproveitando todo encanto
Que o mundo pode trazer
Sem nunca ter que fazer
Carentes caírem em pranto!

Um comentário:

Lucena Fernandes disse...

Amo a vida, amo abraçar e ser abraçada. Adoro carinho. Sei que nem sempre é como a gente quer, mas é assim que valorizamos aqueles bons momentos quando aparecem.
Belo poema!
Parabéns!