sexta-feira, 29 de março de 2013

A data da Páscoa

A Páscoa, a festa da Ressurreição para a Cristandade, tem a sua data definida de maneira muito peculiar. Inicialmente era festejada em coincidência com a festa judaica sobre a fuga do Egito, o Pesach, pois esta era também o período da crucificação e ressurreição de Cristo. Por volta de meados do século II a Páscoa já era comemorada por muitos no domingo seguinte ao Pesach.
Foi no Primeiro Concílio de Nicea (325 d.C.), no exercício (314-335) do 33° papa, Silvestre I, que se estabeleceu que a data da Páscoa seria unificada em toda a Igreja. Para esta festa seria escolhido o que hoje em dia é o primeiro domingo após a primeira lua cheia da primavera no hemisfério norte (no hemisfério sul é outono). Se a lua cheia é exatamente no domingo, usa-se o domingo seguinte. Tal data foi solidificada por decreto do papa Gregório XII, em 1582.
Desta forma, a Páscoa só pode ocorrer entre os dias 22 de março e 25 de abril. Ela é usada para se calcular várias outras datas santas, como a Quarta-Feira de Cinzas (46 dias antes) e Pentecostes (sete semanas depois). É por isso que a Páscoa cai em dias diferentes a cada ano!
Vale lembrar que a lua cheia referida no cálculo eclesiástico não é a mesma observada pela moderna astronomia, mas a definida pelas tabelas eclesiásticas, extremamente antigas, que não levam em conta toda a complexidade do movimento lunar. Isto faz com que eventualmente a data astronômica não coincida com a religiosa.


Um comentário:

Lucena Fernandes disse...

Boa Páscoa a todos! Que não esqueçam o verdadeiro significado da Páscoa!