quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Humor: O "causo" do velhaco envelhacado!


Contada por João Roque sobre Moscouro, saudosa personalidade do mundo folclórico jardim-seridoense que, segundo o mesmo João, tinha fama de “veiacar” Deus e o Mundo! Certa vez ele resolveu armar pra cima do veterano e conhecido comerciante de Jardim do Seridó, Seu Avelino. Entrou na mercearia e aproximou-se do balcão!
Botando dinheiro em cima do balcão, falou: - Amigo Avelino, muito obrigado por ter confiado em mim e tá aí os vinte contos que fiquei lhe restando de uma comprinha que eu lhe fiz o mês passado!
Seu Avelino, surpreso, disse: - Eu num me lembro dessa conta não, Moscouro!
Moscouro, mais mala do que nunca, retrucou: - Homi, como era uma conta pequena, você anotou num pedaço de papel de embrulho e colocou aí dentro da gaveta!
Avelino, depois de procurar, procurar e não achar (não ia achar nunca, pois era tudo armação!...) e botando os vinte no bolso: - Muito obrigado, Moscouro, pois nem esperava mais esse dinheiro!
Aí Moscouro se preparou pra enganar Seu Avelino com pelo menos uns 200 contos e falou: - Agora Avelino, eu tou precisando de fazer outra feirinha fiado pra pagar o mês que vem!...
E Seu Avelino, mais esperto ainda, rebateu: - Moscouro, você vai me desculpar, mas eu ando muito esquecido e não vou mais vender fiado pra você não!”. E encerrou o assunto!
      E seu Avelino entrou pra a história como o único comerciante de Jardim que conseguiu enganar Moscouro!

Um comentário:

Anônimo disse...

Remedio de um doido, é outro na porta!

Legal!