quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O concreto

O concreto é uma rocha artificial obtida a partir da mistura dos agregados areia e cascalho ou pedra britada com cimento e água que, antes de endurecido é moldado em formas. Seu endurecimento começa após uma a duas horas e, de acordo com o tipo de cimento, atinge aos 28 dias cerca de 60 a 90% de sua resistência. Portanto não faça concreto de manhã para utilizar à tarde, por exemplo!
Os agregados podem ser naturais ou artificiais, como areia de rio, pedra moída granulada, cascalho britado, brita granítica etc, desde que apresentem resistência suficiente e que não afetem o endurecimento do concreto. Todos os agregados devem ser peneirados e lavados para retirada dos finos. Quanto mais os grãos do agregado forem arredondados e suas superfícies mais ásperas, melhor será sua resistência à tração. Portanto, os agregados não devem conter:
- materiais muito finos, os chamados pós, como o pó-de-pedra;
- matéria orgânica, como raízes, folhas, paús;
- componentes de ação química inadequada, por exemplo, no máximo 0,02% de cloretos e 1% de sulfatos;
- agregados lisos, como seixos rolados ou pedras na forma de placas ou lamelas.
 O teor de água do concreto é super importante e é dado pela relação água-cimento, em peso: da ordem de 0,3 e 0,6. Portanto  em 10 quiloosd de cimento, não pode ser adicionado mais que 6 litros de água. Quanto menor for o teor de água, maior é a resistência do concreto. Nunca procurar melhorar o mexido do concreto botando mais água, pois o produto final vai ficar enfraquecido! Não devem ser usadas águas com suspensões orgânicas e rejeitos industrial, bem como água do mar ou com teor significativo de sal. A presença de açúcar dificulta a pega do cimento. Cuidado com águas provenientes de áreas agrícolas ocupadas com culturas como cana de açúcar ou de rios poluídos com rejeitos industriais específicos.
O concreto é dito armado quando contém armaduras de aço em seu interior. Como a armadura de aço tem ótima aderência com o cimento e ambos os materiais apresentam coeficientes de dilatação térmica similares em condições ambientais normais, o conjunto apresenta grande durabilidade. O concreto protege a aço contra o enferrujamento e esta absorve os esforços de tração, especialmente nas peças horizontais ou muros de contenção, já que o concreto possui alta resistência à compressão, porém pequena resistência à tração. E mesmo em peças submetidas apenas à compressão, as armaduras podem aumentar a capacidade de carga à compressão, combatendo as forças de cisalhamento, ou seja, os esforços inclinados.
Fonte: FERNANDES, C. – Microdrenagem, Um estudo inicial, Ed. DEC/UFCG, 2010

3 comentários:

Anônimo disse...

Falou o professor engenheiro poeta!

Muito boa matéria!

Professor Carlão disse...

Vixe! É um intelectual!...

Wellington Guedes disse...

Muitos pensam que o concreto é algo simples, só que como vemos na postagem do professor Carlão, o concreto exige conhecimento dos materiais envolvidos em sua fabricação. Ressalto ainda o cuidado com o tipo de cimento a ser empregado na composição do concreto, que entre algumas coisas varia a resistência, a granulometria, adição de pozolana, escória e etc. Parabéns professor pelo artigo.