domingo, 11 de novembro de 2012

Momento lírico 95

OBRIGADO DEUS!
(Karl Fern)

Oh Senhor de todos os tempos
De todas as almas desse mundo
Do sentimento mais profundo
Criador dos belos pensamentos
Que me defende dos tormentos
Que não me deixa um segundo.

Perdoe-me se eu sair do prumo
Sem ser divino, tenho fraquezas
Mas tenho pavor das incertezas
Que podem dar-me outro rumo
Agradeço meu Senhor, em resumo
Dotar-me dessa minha natureza!

Agradeço por me dizer o caminho
De saber o primeiro mandamento
Cumprí-lo como fiel ensinamento
Pra nunca me encontrar errante
Desejo para qualquer semelhante
Não passar por algum sofrimento.

Mui grato pelo que tenho vivido
Pelo que me orientastes na vida
Por onde tenho achado guarida
Por sentir que viver faz sentido
Sei que estarei sempre protegido
Amado como tua criatura querida.

Não esqueço o que tens feito comigo
Por me guiar até as boas amizades
Sentir-me bendito de felicidades
Não ter medo e nem infame inimigo
Ter minha família de bem contigo
Guardada em tua eterna santidade.

Obrigado por mais esse santo dia
Acompanhe-me no meu adormecer
Abençoa-me no próximo amanhecer
Abrace-me novamente com alegria
Livre-me de tentações e da covardia
Até que chegue um novo anoitecer!

Assim caminho nessa crença imerso
Reverenciando essa força do Além
Procurando fazer e receber o bem
Louvando o Arquiteto do Universo
Nessa oração em forma de verso
Hoje e todos os santos dias. AMÉM!

Acredito que a oração deva ser feita pra agradecer a Deus por ele estar presente em nossas vidas e não para dizer a Deus o que ele deve fazer!” (Karl Fern)

Um comentário:

Anônimo disse...

AMÉM!!