domingo, 7 de outubro de 2012

Momento lírico 78

GOTA DE PRAZER
(Karl Fern)

Queria uma gota de seu amor somente
Um instante de plena liberdade qualquer
Pra sentir o calor do corpo dessa mulher
Invadir sua alma, seu desejo e sua mente
Era tudo que queria mesmo num repente
Colher o seu carinho assim como ele é.

Nos meus sonhos eu a veja escultural
Como aquela que se criou no Paraíso
Sonho ser tudo que quero e preciso
Fausto encanto e magna cobiça natural
Um semblante de deusa olímpica real
Sedutora com seu cativante sorriso.

Viver esse instante de suprema fantasia
Seria um evento de ledice fascinante
Inesquecível, adorável e emocionante
Momento eternizado de gáudio e alegria
Refrão compassivo da uma terna melodia
Delírio de êxtase surreal e rutilante.

Um domínio efêmero, mas envolvente
Sobre um corpo perfeito e magistral
Me sentiria o mais premiado mortal
Marcaria meu coração eternamente
Enobrecido por um sentimento expoente
Vencido nos caprichos do prazer total!

2 comentários:

Lucena Fernandes disse...

Belíssimo, fascinante como toda sua obra!
Parabéns sempre!

Anônimo disse...

Lindo, fascinante, belíssimo! Muito emocionada com tal tão perfeito poema, obrigado por nos presentear com os mais belos poemas!