segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Imagem da Padroeira de JS


A Capela da Conceição, embrião da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Jardim do Seridó, foi construída a partir de um pedido por correspondência de Antônio de Azevedo Maia II, filho do fundador da cidade, em 2 de maio de 1790, ao bispo de Olinda, então bispado da região!
A capela foi concluída em 1805 e tornou-se paróquia em 1856. O notável templo  possuía uma pequena imagem de Nossa Senhora, constituída em barro, a primeira imagem da capela, adquirida pelo seu fundador e fez parte do acervo da Matriz até que o Pe. Ernesto Espínola, vigário da paróquia por mais de 40 anos, desde 1958, insensível ao valor histórico dessas obras de arte, fez uma reforma no interior da nave, demolindo vários de seus belos e artísticos altares secundários e dando fim a várias peças sacras que ornavam o interior da Matriz por muitos anos, doação de seus muitos devotos.
Existe uma segunda imagem chegada a Igreja Matriz, em tem tamanho médio, de madeira, revestida com massa e no estilo barroco, adquirida na ampliação da Matriz para a criação da paróquia. Foi restaurada na década de 50, para a comemoração do centenário da paróquia e encontra-se bem conservada. Encontra-se no interior da Matriz e é a imagem tradicionalmente conduzida nas procissões da Padroeira.
A terceira imagem é um orgulho dos fiéis católicos jardinenses, uma verdadeira obra de arte sacra. De tamanho natural e moldada em gesso, é de origem francesa e foi adquirida e doada pelas filhas de Maria.
Reconhecida como uma da mais belas do Brasil, foi entronizada em 8 dezembro de 1914, tradicional dia da Padroeira, pelo então vigário paroquial padre Inácio Cavalcanti, vigário local por mais de seis anos (1908-1914) que reformara o altar mor da Matriz, construindo o nincho de vidro para proteção da “Santa”. Veja foto abaixo!


Fonte: Azevedo, J. N. - Um Passo a Mais na História de Jardim do Seridó, CGSN, Brasília, 1988

Nenhum comentário: