quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Biografias de brasileiras - 02

Ana Justina Ferreira Néri (1814 - 1880)
     Enfermeira brasileira nascida na vila de Cachoeira de Paraguaçu, Estado da Bahia, que serviu como voluntária na guerra do Paraguai e denominada de Matriarca da Enfermagem no Brasil. Viúva do capitão-de-fragata Isidoro Antonio Néri e com seus filhos, o cadete Pedro Antônio Néri e os médicos Isidoro Antônio Néri Filho e Justiniano de Castro Rebelo, e seus irmãos Manuel Jerônimo Ferreira e Joaquim Maurício Ferreira, ambos oficiais do Exército, convocados para a guerra do Paraguai, escreveu então ao presidente da província uma carta em que oferecia seus serviços como enfermeira enquanto durasse o conflito (1865).
     Convocada para auxiliar o corpo de saúde do Exército, partiu da Bahia (1865) de onde nunca saíra, e trabalhou nos hospitais de Corrientes, Salto, Humaitá, Curupaiti e Assunção, onde montou uma enfermaria fixa e trabalhou até o fim da guerra.
     Na volta ao Brasil (1870), foi condecorada com as medalhas de prata humanitária e da campanha. Recebeu do imperador uma pensão vitalícia com a qual educou quatro órfãos que recolhera no Paraguai e morreu no Rio de Janeiro, no dia 20 de Maio (1880), com 66 anos de idade.
     Seu retrato de corpo inteiro, obra de Vítor Meireles, figura em lugar de honra no paço municipal de Salvador. Em sua homenagem Carlos Chagas fundou a primeira escola oficial de enfermagem de alto padrão no Brasil (1923) e deu-lhe seu nome (1926).

Fonte: SÓ BIOGRAFIAS: (http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/AnaJNeri.html)

3 comentários:

Anônimo disse...

Emoção sentida na pele por essa matéria de alguém que admiro e procuro imitar!

Obrigadooooooooo!!!!

voz do Povo disse...

Muito boa a matéria, compartilhei, belo esse quadro de biografias.

Lucena Fernandes disse...

Tenho uma sobrinha com esse nome.