sábado, 7 de julho de 2012

Momento lírico 44


FALSOS PASTORES
(Karl Fern)

Nestes tempos modernos e cibernéticos
Com tantos desafios e distintos problemas
Faltam ações e comportamento éticos
Sobram pensamentos ardilosos esquemas

A toda hora encontram-se missionários
Com livro na mão ditando a Santa Palavra
Ares dolentes, parecem bem humanitários
A todos buscam dizendo-se de boa lavra.

Deles se ouvem belos ditos e santidades
Orações  etéreas, Pai Nossos ou Ave Marias,
No fundo de suas almas são na verdade
Puros visionários e paladinos da hipocrisia.

Habilidosos sabedores do que vão querendo
Aquinhoados do poder de vasta semântica
Falseadores calculistas do que estão fazendo
Espíritos enrustidos de índole satânica!

Navegam sob trejeitos e falsas mantas
Adquirir poder e riquezas são suas óticas
Nas palavras e gestos vemos orações santas
Na mente e nos atos frias ideias diabólicas.

E os fiéis seguem cuidadosamente usados
Vitimas reclusas de suas próprias ambições
Pois as pseudograças e milagres alcançados
São vantagens materiais de suas intenções.

E assim como um fazendeiro e todo seu gado
As partes se acham realizadas em seu intento
Seria tão fácil  crer que pra ser abençoado
É bastante praticar o primeiro Mandamento!

2 comentários:

Lucena Fernandes disse...

Tudo ensaiado para burlar a boa fé dos incautos! E ainda se dizem salvos. Pobres coitados!

Anônimo disse...

Todo aquele que usa de "má fé" pra tirar proveito ao seu favor é falso profeta sim, e infelizmente se encontra em todas as religiões, são pastores usando o nome de Deus, vendendo cura, são padres pedófilos, rezando missas, são ceitas que sacrificam crianças inocentes, pra conseguir a vida eterna, quando tudo é tão mais simples! Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo!

Bela poesia!