sábado, 2 de junho de 2012

Voto consciente

Uma pesquisa realizada pela OIT e Unesco avaliou a educação em 40 países. O professor brasileiro tem o terceiro pior salário do mundo. A situação do Brasil só não é pior do que a dos professores do Peru e Indonésia. No Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos 187 países avaliados, o Brasil ocupa a 84º posição, bem atrás de Uruguai, Chile e Argentina. E os governos ainda dizem que a educação é prioridade.
E nas próximas eleições todos os candidatos vão apresentar e prometer como  principal bandeira de lutas SAÚDE e EDUCAÇÃO. E o pior: todos os eleitores vão acreditar! Ou fingirem que acreditam e fingirem que querem mudanças! Tantos os perdedores como os vencedores!
E o que vai acontecer? NADA! Pois serão os mesmos: CANDIDATOS e ELEITORES! E outras eleições virão e outras promessas em vão se repetirão! Nem as formas de negociarem o voto muda! Infelizmente é assim e assim será! Um abnegado idealista aqui outro ali, mas não o suficiente para alguma mudança. Eu vou fazer minha parte, mas não tenho nenhum otimismo. Sinto que serei mais uma vez como o beija-flor da fábula do incêndio!
Se me perguntam É HORA DE MUDAR? Eu respondo JÁ PASSOU DA HORA! Sinceramente: Acho que nesses meus sessenta anos de vida, já conheci tempos mais sérios! Antigamente o trabalhador trabalhava e o rico também! Hoje o rico rouba  e o  trabalhador... Ah! Esse tá doido para pegar uma boquinha também para deixar de trabalhar...
Essa mentalidade só mudará através de um efetivo programa de governo de educação massiva de conhecimento e cidadania! E quem vai querer mudar a educação do povo? A pergunta já parece uma  piada!

Nenhum comentário: