sexta-feira, 22 de junho de 2012

Suplementos alimentares



Segundo dados de pesquisas feitas pelo IBGE, 98% da população brasileira não ingere a quantidade ideal de vitaminas por dia e 92%, não consome frutas com frequência. Além disso, 88% da população ingere mais do que as duas miligramas de sal refinado diariamente, consumo considerado excessivo.

Por esse motivo o consumo de suplementos alimentares faz parte da nova pirâmide alimentar, mas na hora de incluir os suplementos na dieta
, é preciso tomar alguns cuidados para evitar problemas. Eis alguns comentários sobre isso:

1. Consumir com aconselhamento médico - Como evitam a deficiência de nutrientes, em quantidades excessivas podem trazer problemas e é importante que o consumo de suplementos seja feito sob a orientação de especialistas em esporte e nutrição.
2. Não apenas quem tem doenças precisa tomá-los - Uma pessoa livre de doenças e que pratica exercícios físicos, tem uma alimentação balanceada, não bebe e não fuma pode precisar de suplementação, porque cada pessoa possui um metabolismo diferente e, por isso, absorve de maneira específica cada tipo de nutriente.
3. Tomar mais do que o necessário – O excesso pode causar efeitos prejudiciais ao organismo. Somente um profissional da área da saúde sabe quais são as doses de suplemento que uma pessoa deve tomar ou se elas são realmente necessárias.
4. Ler o rótulo dos suplementos alimentares - É muito importante. Essa pequena medida pode te proteger de uma série de problemas graves. Alguns tipos de suplementos podem reduzir o efeito de alguma medicação.
5. Consumir suplementos antes do treino para melhorar o desempenho - É muito comum pessoas utilizarem suplemento logo antes do treino, acreditando que ele irá rapidamente aumentar o desempenho do corpo, mas segundo os especialistas, isso é um erro, já que a suplementação causa efeitos a longo prazo, e não imediato. 
6. Uso como remédios - Com a quantidade certa de alguns nutrientes, como o zinco e a vitamina C, o corpo fica mais protegido de doenças infecciosas. No entanto, suplementos vitamínicos e minerais não devem ser usados para combater doenças já instaladas no corpo, já que não possuem efeito alopático, ou seja, não produzem uma reação oposta aos sintomas dos doentes.
7. Uso para perder peso - Usar suplementos alimentares para tentar manter o peso ideal é cada vez mais comum. mas, na verdade, pode causar um aumento de peso, já que alguns suplementos contem uma grande quantidade de calorias. Existem diversos tipos de suplementos emagrecedores, que prometem perda de peso. Porém, poucos desses suplementos foram submetidos a testes clínicos para determinar se eles realmente têm algum benefício e, por isso, os usuários não devem esperar grandes resultados.

Nenhum comentário: