sábado, 16 de junho de 2012

Picadas de cobras venenosas

PROVIDÊNCIAS IMEDIATAS

Neste tipo de acidente, muitas vezes o agravamento vem nas primeiras providências, pois por falta  de informações ou conhecimento, as pessoas  costumam seguir crendices populares antigas que muitas vezes foram desmistificadas por estudos médicos mais modernos.
É necessário que imediatamente se providenciar socorro médico, mas é natural se esperar por alguns momentos o transporte ser providenciado.  Enquanto esse socorro não chega recomenda-se algumas providências para não agravar o problema e, também, como primeiros socorros.
No caso de picadas de cobra venenosa, um dos mais frequentes e perigosos, recomenda-se como primeiros socorros:
1.         Acalmar a vítima, tranquilizando-a;
2.         Deitar a vítima o mais rápido possível mantendo-a em repouso;
3.         Não deixar a vítima fazer qualquer esforço, pois o estímulo da circulação sanguínea difunde o veneno pelo corpo.
4.         Levar a vítima imediatamente a um médico ou hospital, evitando, quanto possível, sua movimentação.
5.         Sempre que possível, encaminhe o animal junto à vitima.

Observação: Tudo isso não vale como definitivo, mais precisamente, após cerca de meia hora da mordida, as providências de primeiros socorros se tornam desnecessárias.

Não faça de jeito nenhum:
1.         A vítima caminhar;
2.         Beber ou passar álcool ou infusões quaisquer, por exemplo, xaropadas de raízes, alho, andiroba, pó de café etc;
3.         Garroteamento;
4.         Corte na pele para extrair sangue.

É recomendado também no caso de picadas de outros animais, principalmente insetos peçonhentos (escorpiões, formigas, besouros, abelhas) fazer uma boa limpeza local água e sabão e aplique compressas frias ou gelo, enquanto não se procura um socorro médico.
Lembrar que no caso de picada de cobra só resta levar a vítima imediatamente a um médico ou hospital para a aplicação de soro contra o veneno da cobra. É muito importante, se possível, que se leve o animal mesmo que morto para a devida identificação.

Nenhum comentário: