domingo, 3 de junho de 2012

Opinião: Salários de vereadores

Para reforçar o painel acima, nunca faltou quem quisesse ser vereador. Sempre sobraram candidatos. Isso porque nunca faltará quem honestamente goste de política e tenha interesse público, tanto na busca de benefícios como fiscalizando os investimentos oficiais.
E ainda por cima é um dos maiores salários do país. Basta dividir o salário pelo número de reuniões mensais (e olhe que nem se acham obrigados a participarem e faltas não são novidade!)! Salvo poucas exceções, vários deles têm seus negócios e rendas particulares, que não deixam quando se elegem! Mais uma razão para não terem salários!
Qual foi o eleito que abandonou sua atividade particular porque foi eleito vereador!  Continuam atuando em sua loja, em sua fazenda, vendendo parabólicas, com seu emprego, com sua aposentadoria, fabricando uísque, com sua casa de jogo, etc, etc...  do mesmo jeitinho de antes. A edilidade funciona como um “bico” entre todas as suas atividades.
E para radicalizar, acho que todos os políticos em cargos eletivos não deveriam ter salário e, sim, apenas as diárias de deslocamento quando justificáveis. Pois todos eles são eleitos, assumem seus cargos e não deixam suas atividades particulares e continuam obtendo teoricamente as mesmas rendas. A não ser que abrissem mão dessas suas outras rendas, como acontece com o mortal trabalhador brasileiro quando assume outro emprego!
Isso é uma opinião e não estou dizendo que estão errados em receber salários, pois se a Constituição Nacional permite, então legalmente é até um direito. O que está errado são as leis que permitem essas aberrações...

Nenhum comentário: