terça-feira, 5 de junho de 2012

Nova ortografia - Lição 04

1 - Não se usa mais
Caiu o acento agudo no “u” tônico dos hiatos das flexões do presente do indicativo dos verbos arguir e redarguir, a saber: (tu) arguis, (ele) argui, (eles) arguem. Antes se escrevia argúis, (ele) argúi, (eles) argúem
2. Acentuado ou não – “Opicional”
Há uma variação entre os diversos países na pronúncia dos verbos terminados em guar, quar e quir, como aguar, averiguar, apaziguar, desaguar, enxaguar, obliquar, delinquir etc.
Esses verbos admitem duas pronúncias em algumas formas do presente do indicativo, do presente do subjuntivo e também do imperativo. Estes verbos se forem pronunciadas com a ou i tônicos, então devem ser acentuadas.
Exemplo: No caso do verbo enxaguar: enxáguo, enxáguas, enxágua, enxáguam; enxágue, enxágues, enxáguem é tão correto como enxaguo, enxaguas, enxagua, enxaguam; enxague, enxagues, enxaguem. Aqui a pronúncia de “enxaguo”, por exemplo, é [en-xa-gú-o]
No Brasil, a pronúncia mais corrente é a primeira, aquela com a e i tônicos.
Colaboração: Professora Lucena Fernandes

Nenhum comentário: