domingo, 10 de junho de 2012

Momento lírico 29



ASSIM É A VIDA

(Karl Fern)
Não há tristeza maior
Que o fato de ser enganado
Senti o coração magoado
Virtualmente transpassado
Sofrendo imensa dor.

Da alegria perene
Sem a alma preparada
Alguém lhe troca por nada
Lhe abandona na estrada
Lhe dá um “Não” solene.

De repente tudo muda
Alega graves sofrimentos
Contorna seus argumentos
Alega profundos sentimentos
Fingido “Deus me acuda!”.

Em inocência propenso
O apaixonado resiste
Explica o que não existe
A frieza oposta persiste
Ele sucumbe ao bom senso.

Resta como um lenitivo
Guardar em seu coração
Momentos de emoção
Vividos em forte afeição
Agradecer em definitivo.

Assim a vida se desloca
Com alegrias e tristezas
Aproveitando as belezas
Seguindo as correntezas
Conforme a música toca.

Enfim isso é passado
Apenas feliz lembrança
Uma venturosa esperança
Concebendo mais confiança
Em futuro bem-aventurado.

2 comentários:

Lucena Fernandes disse...

Realmente a tristeza e a mágoa não tem fim principalmente quando nos damos por inteiro e nunca nos preparamos para sermos descartados.

Anônimo disse...

Às vezes são palavras ditas em momentos de profundo equivoco, pessoas se amam tanto que ficam impossibilitadas de pensar, mas quando existe o amor verdadeiro tudo se resolve com pedido de perdão seguido de um maravilhoso momento de amor!


Parabéns!