quinta-feira, 17 de maio de 2012

Sobre o limão


      O limão é uma fruta originária da região sudeste da Ásia, também conhecida sob o nome de limão siciliano ou limão verdadeiro e por ser uma fruta com recursos medicinais, principalmente por ser rica em ácido ascórbico ou vitamina C, tornou-se uma das frutas mais conhecidas e utilizadas no mundo.
      As suas aplicações na vida doméstica são inúmeras, transformado em suco e produtos. Com o suco da fruta, preparam-se refrigerantes, sorvetes, molhos e aperitivos, bem como remédios, xaropes e produtos de limpeza. Da casca, retira-se uma essência aromática usada em perfumaria e no preparo de licores e sabões.
      A sua grande quantidade de ácido cítrico lhe confere um gosto ácido. No suco de limão, essa acidez chega a um pH de 2 a 3, em média. Estudos epidemiológicos associam sua ingestão  com uma redução no risco de várias doenças. O limão também mostra alguma atividade antimicrobiana.
      Em Fitoterapia, é utilizado para diversas patologias, tais como reumático, infecções e febres, aterosclerose. Combate ateromas removemdo placas gordurosas das artérias, constipações, gripes, dores de garganta, acidez gástrica e úrica alcalinizando o sangue, frieiras e caspas. Ajuda nas cicatrizações e na manutenção de colágeno, da hemoglobina e atua como anti-séptico entre outras. Possui uma substância própria denominada limoneno capaz de combater os radicais livres.
      Na farmacologia o limão é principalmente importante pelo seu valor nutricional de vitamina C e potássio. A casca, polpa e sementes, que são usadas para fazer óleos, pectina, ou outros produtos, tem sido é usada externamente para combater acne e fungos (micose e pé de atleta).
      É, fundamentalmente, um remédio tónico que ajuda a manter a boa saúde. Mas por ser uma fruta de alto poder de oxidação, o seu consumo deve ser o mais imediato possível. O simples fato de colocar na comida por questão de paladar, já faz perder quase que imediatamente seu poder terapêutico.
      Os chamados limão-galego e o limão-taiti, na verdade, não são limões, mas sim limas ácidas. O chamado limão verdadeiro, também conhecido como siciliano, eureka ou lisboa, é a espécie mais consumida na Europa e nos Estados Unidos, possui uma casca amarelada. As principais diferenças entre limões e limas ácidas são o tamanho e o gosto ligeiramente diferente, pois, limões têm sabor um pouco mais suave.
      Outra coisa que diferencia os limões de limas ácidas é o rendimento para fazer sucos, sendo que as limas são melhores para esse uso. O chamado limão-cravo, é uma mistura de limão e tangerina, possui uma coloração interna alaranjada, e é muito usado para temperos.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. http://pt.wikipedia.org/wiki/Lim%C3%A3o

Nenhum comentário: