terça-feira, 29 de maio de 2012

Reprodução em gatos

Uma das coisas mais chatas pra quem não gosta de gatos é justamente aqueles miados estridentes e característicos e de grande alcance que acordam ou incomodam toda a vizinhança. Muitos de nós já fomos acordados alguma noite por esses miados que lembram o choro de uma criança. Para melhorar aprender a tolerar este incomodo sonoro, vale a pena saber mais um pouco sobre gatos! Afinal quem é que não gosta de um saudável encontro de amor?
Vivendo entre 15 e 19 anos, uma gata entra no cio pela primeira vez aos cinco meses quando se torna sexualmente adulta. O cio dos gatos não têm períodos determinados. Nos climas temperados os acasalamentos são mais frequentes durante a primavera e podem durar de três dias a três semanas. Se a fêmea não é fecundada, ela começa imediatamente um novo período de cio.
É nessa época que a fêmea emite um grito característico e de grande alcance para chamar a atenção de todos os machos da vizinhança (Já pensaram se a mulherada fosse assim?). O comportamento do animal se torna subitamente selvagem, inquieto e anda dia e noite à procura de algum companheiro. Os machos travam combates implacáveis para terem a primazia, mas no fim das contas a fêmea será copulada por todos os machos disponíveis. Numa mesma ninhada, cada filhote pode ser de um pai diferente.
A gestação pode variar de 59 a 69 dias e, curiosamente, a mãe prepara um leito confortável, num lugar tranquilo e escondido, pois se o pai encontrar, matará todos os filhotes.
Fonte: SAÚDE ANIMAL http://www.saudeanimal.com.br

Nenhum comentário: