sábado, 12 de maio de 2012

Momento Lírico 17


SONETINHO DA SAUDADE
(Karl Fern)

Saudade é um sentimento estranho
Machuca a alma, maltrata a gente
Pode surgir assim, tão de repente
Sem forma nem definido tamanho.

Traz sofrer, tensão, nenhum ganho
Faz recordar momentos tristemente
Do amor que foi ou está ausente
Torna o azul do céu meio castanho

É uma dor que insiste e permanece
Não é desejada e quando acontece
Inexiste remédio pra rogada cura!

No coração nasce voraz amargura
Na imaginação flutua a desventura
Ofusca a esperança, tudo escurece.

3 comentários:

Anônimo disse...

Este é o momento lírico 17

Professor Carlão disse...

Obrigado pelo providencial aviso! Feita a correção!

Anônimo disse...

Esse poema veio hoje pra tocar no meu coração saudoso! Obrigado Karl Fern!

Parabéns!