sexta-feira, 4 de maio de 2012

Cisternas domiciliares

Finalidade
A água de pode ser armazenada em cisternas, que são reservatório fechados para acumular a água da chuva captada da superfície dos telhados dos prédios ou casas. A cisterna tem aplicação tanto em áreas de grande pluviosidade (áreas em que chove muito) como em áreas secas, onde se procura juntar a água de época das chuvas para usar na época da seca com o propósito de garantir, pelo menos, a água para beber.

Funcionamento
Conforme as figuras 01 e 02, nós vemos que:
1.       A água da chuva cai do telhado nas calhas (em algumas localidades são chamadas de bicas);
2.       Das calhas a água desce para os condutores verticais (canos fechados);
3.       Dos condutores verticais escoa pelos ramais (também canos fechados);
4.       Finalmente, dos ramais para a cisterna, passando por um dispositivo desconector, para evitar entrada de água suja na cisterna, especialmente das primeiras chuvas.

Recomendações
1.       Onde há pouca mão-de-obra especializada, aconselha-se a construção de cisternas não enterradas.
2.       Por outro lado não se deve aproveitar as águas das primeiras chuvas, pois estas lavam o telhado onde se      depositam sujeiras provenientes de pássaros e de animais e poeira.
3.       Para evitar que estas águas entrem nas cisternas, devemos usar desconectores nos condutores de descida ou nos ramais, como os mostrados nas figuras 01 e 02, que normalmente devem permanecer desligados.
4.       Antes do uso cada cisterna deve passar por uma desinfecção inicial.

Fig. 01 - Cisterna com desconector para não deixar água suja entrar no tanque
 
Fig. 02 - Esquema para instalação de uma cisterna com bombeamento
Fonte: Notas de Aula (http:www.dec.ufcg.edu.br/saneamento/)

Nenhum comentário: