quarta-feira, 11 de abril de 2012

Momento lírico 10

A ROSA PERFEITA
(Karl Fern)
Nas pétalas dessa viçosa rosa
Senti tua suave presença,
Deu-me uma saudade imensa,
De ver-te sorrindo e dengosa
Caída de volta em meus braços,
Gozando de teus loucos abraços
Linda, romântica, maviosa.

Sugar o teu beijo ardente
Destes teus lábios rosados
Entre suspiros, sons abafados
Tocar essa língua nua e quente
Sorver tua estimulante saliva
Deslizando minha língua ativa
Ocupando essa boca atraente.

Tens dominante e casto cheiro
Um perfume de mulher mimosa
Indescritível em rima ou prosa
Eterno odor de amor primeiro
Perfeita mistura de finos aromas
Essência das mais puras brumas
Química de sábios feiticeiros.

Mesmo sendo perfeccionista,
Não consigo criar uma rima
Pra compor uma obra prima.
Mesmo que fosse um artista
Ou um grande compositor
Talvez um renomado pintor
Quiçá conceituado alquimista.

Só me resta curtir e agradecer
Aos céus por me amares assim!
Escolheste entre tantos logo a mim
Pra me dedicar este teu querer.
Deixando-me mais envaidecido,
Em mil pensamentos perdido
Sem saber o que quero te dizer.

Rosas podem ser genuínas e belas
Terem seus próprios perfumes
Desenharem floridos tapumes
Gerarem coloridas aquarelas.
Tu serás sempre a primeira
Das rosas da Terra inteira
Rainha mater de todas elas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse poema faz me lembrar alguém que amo muito!!
Alguém que entrou em minha vida pra fazer a diferença, e trazer uma felicidade que esperei durante 30 anos!

Lucena Fernandes disse...

Tambem lembro de alguem muito querido e que vai estar em meu coração para sempre!