sexta-feira, 20 de abril de 2012

Corrupção: um mal generalizado!

Acho que essa carga de acusações sobre os políticos está se tornando uma desculpa do eleitor para esconder sua própria irresponsabilidade (pra não dizer sem-vergonhice!). Não existe comprador se não existir o vendedor. E, assim, não existe o corrupto sem o corruptível: Ambos são CORRUPTOS e, portanto, nocivos a sociedade como um todo. Experimente ser candidato a  qualquer cargo público (principalmente nos poderes executivo e legislativo) sem querer gastar dinheiro. A primeira coisa que você vai ouvir é: "Aquilo é um liso!" E esse será o primeiro e principal argumento para não votar em você!
Está na hora de nossos organismos de imprensa, entidades civis e outras instituições formadoras de opinião, também começarem a "carregar" em cima dos eleitores que vendem seu voto! Que tal em vez de publicar "Político Fulano roubou..." publicar "Tantos mil (ou milhões de) eleitores (o correspondentes a votação do safado!) são responsáveis por Fulano ter roubado...". Vamos fazer alguma coisa para o eleitor “se mancar” e deixar de ser sem-vergonha! Por hora noticiar as desonestidades de alguns políticos não tem servido para absolutamente nada, a não ser vender reportagens e dar audiência.
Essa é minha opinião!

Um comentário:

Voz do povo disse...

O eleitor por enes razões se encaixa neste perfil, a compra de votos é, sem dúvida responsável por tudo isso, fato! Porém é preciso punir com rigor, ao meu ver quem compra e vende o voto, quando coloquei meu nome como candidato e propus a defender o Ficha Limpa, leitores anônimos praticamente me crucificaram, lembrei-me de suas palavras, ah, você é um liso, a mais pura verdade, professor. Carlos, voz do povo.